“Fechamento” da Aula de Depressão!

Aos alunos de Psicologia da U.S.F.

 

Meus caros alunos: Carmo, Isabel, Fátima, Augusto, Quintas, Maria João, Deolinda, Luísa, Ramiro, Manuel, Maria Adelaide, Isilda, Albertina, Odete e outros alunos ouvintes do curso de Psicologia.

 

Venho por este meio expressar minha gratidão, por ter convivido este semestre convosco, de forma tão construtiva e enriquecedora, não somente para minha carreira, como formadora, mas, também, a nível pessoal! Quero, também mostrar que, cada um de vocês, de forma singular e individual, cooperou com o caminho que eu segui para orientar a disciplina, e espero que vocês tenham gostado de rumo que tomei!

Ao criar este BLOG, fiz para dar continuidade ao curso, pois, mesmo acabando a ano lectivo, poderiamos falar do que ficou em “aberto”, ou até mesmo complementar com algumas histórias!

            Vamos começar por fazer o “Fechamento”, ou seja, fechar a aula sobre Depressão, já que, na 2ª aula deste tema, muitos alunos faltaram.

 

            Para já, quero deixar bem claro, como falei no princípio da aula, os sintomas, de qualquer doença (seja psíquica ou física), não são sintomas pontuais: eles persistem por algum tempo, o que demonstra toda sua complexidade. Ou seja, não confundir sintomas transitórios, momentaneos, com decorrentes e persistentes. E, também, alguns sintomas podem estar co-relacionados a outras doenças, concomitantemente (ver Distimia)! 

            O exemplo, que dei em sala, foi com relação a dificuldade de concentração: é um sintoma que pode alertar para uma potencial Depressão, mas também, ao STRESS (atenção que existe Depressão de Estresse que é uma depressão de esgotamento físico e mental)!

            Recapitulando, o que é uma Depressão: é um “estado emocional caracterizado por uma profunda tristeza (não é uma tristeza qualquer) e apreensão, sentimentos de culpa e isolamento, com alterações do sono, apetite e desejo sexual” (Pires-2003:161) *. Existe, também, grau de Depressão: leve, moderada e profunda (que são muito discutíveis).

            Além desses sintomas, existem mais, segundo pesquisas na internet, cito:

  • A auto-estima reduzida e sentimento de fracasso;
  • A irritabilidade ou cólera;
  • Perda de interesse de viver e ideias recorrentes de suicídio (atentar para a profundidade da Depressão);
  • Apego ao passado e falta de expectativas no futuro (ex.: ai, como eu era feliz naquele tempo, e não sabia! Jamais serei tão feliz, como fui antigamente!);
  • Recordações dolorosas (remorsos) e choro fácil (ou dificuldade em chorar);
  • Baixo desenvolvimento laboral.

 

Existem vários quadros depressivos! Variam em graus de intensidade e complexidade, classificados como Depressões Endógena, exógena e psicogénica (já foi exemplificado em sala).

 

Paciente depressivo (um breve apontamento):

 

            “Como sintoma, a depressão caracteriza-se por um tom afectivo de tristeza profunda, acompanhado de sentimentos de desânimo, desesperança, desamparo e de falta de auto-confiança. O indivíduo sente sua segurança ameaçada, falta de capacidade de enfrentar seus problemas e que ninguém pode ajudá-lo. Todos os aspectos da vida podem ser afectados: emocionais, cognitivos, fisiológicos, comportamentais e sociais.

            Nas síndromes depressivas iniciais, e moderadas, a pessoa tenta aliviar o seu sofrimento, solicitando auxílio alheio ou tentando resolver seus problemas da melhor forma (é comum irem, pelos próprios pés, atrás de ajuda especialista). Mas, a medida que vai se agravando, tornando-se mais crónica ou grave, a pessoa se entrega a doença, sentindo-se solitário e pessimista.

            Esses pacientes tem uma enorme auto-critica, o que leva a actos de autodestruição: não se alimentam bem, não saem de casa para se divertir (isolamento), se descuidam da aparência, e por fim, tentam contra própria vida! O sentimento de rejeição, que sente, por parte dos outros, causa-lhes mágoas e cóleras!

*Referência: Pires, Carlos M. Lopes, Manual de Psicopatologia. Ed, Diferença. 2003. Leria.

Uma resposta to ““Fechamento” da Aula de Depressão!”

  1. Excelente artigo. Bastante esclarecedor!
    Parabéns!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: